Novos sons vadios da Companhia do Canto Popular

“Caminante no hay camino, se hace camino al andar” – que o digam estes todos, músicos de tantos caminhos. Em vez de alforges são gaitas, violas, tambores; em vez de botas são vozes. Mas andarilhos que são, provêm dos lugares do tempo onde a Música era ceifa, aboio e varejo; e das ruas cidades, traduzindo […]